PLANTÃO PTSA

Aécio fala em nova gestão, mas acabou com a Cemig

CemigDurante os governos do PSDB, a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), se tornou um pesadelo para os mineiros.

No começo deste ano, a empresa pediu reajuste de 29,74% nas tarifas de energia elétrica e tentou atribuir o reajuste ao governo federal, fato desmentido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O caso repercutiu em todo o país.

A Aneel explicou que autorizou um aumento máximo de 14,24%, sendo que a Cemig poderia aplicar um reajuste menor.

Com isso, a Cemig ficou em 25° posição entre as 35 distribuidoras de grande porte, no ranking feito pela Aneel em 2013.

A decadência da Cemig é resultado das gestões tucanas em Minas Gerais, sobretudo de Aécio Neves (2003-2010).

Que fala em dar um novo padrão administrativo ao Brasil, mas não conseguiu administrar nem seu estado natal.

Você também pode gostar...