ARTIGOS

Aécio fora da lei

Fora da Lei 01Que Aécio julga o eleitor como idiota disso todos nós já sabemos, mas querer que acreditemos que sua rádio que é proprietária de veículos de luxo avaliados em mais de R$ 1 milhão declare à Justiça um montante de bens de apenas R$ 100 mil chega a ser hilário.

Aécio que tanto exige moralidade e ética não faz o mesmo quando se trata de suas empresas, um candidato a presidência da República que não consegue dar sequer um único exemplo ao cidadão baseado em suas falas, demagogia pura.

Isso sem falar no inchaço da máquina pública que, quando ainda governador passando por cima da lei, Aécio contratou ilegalmente 98 mil servidores públicos sem concurso em demérito aos que estudaram e se prepararam para assumir como manda a lei uma vaga que lhes pertenciam por direito, direito este que Aécio fez questão de negar a eles por imposição ditatorial, digna dos tempos em que servia aos mandatários da ditadura no Brasil.

Mas burlar a lei em demérito de funcionários de carreira e ou concursados não é novo para Aécio, tanto que, aos 25 anos de idade recém-formado Aécio Neves graças ao fato de ser filho de político (seu pai, Aécio Neves da Cunha, era deputado pelo PFL até 1986), neto de político (Tancredo Neves, que havia morrido há menos de um mês), e primo de político, o então ministro da Fazenda do governo Sarney, Francisco Neves Dornelles foi nomeado para o poderoso e cobiçado cargo de Diretor de Loterias da Caixa Econômica Federal, atropelando todos os funcionários de carreira da Caixa mais gabaritados para o posto.

Aécio mente, difama, manipula e engana o eleitor posando de bom moço, isso nos faz de Collor que tinha o mesmo perfil e levou o Brasil ao colapso.

Estamos escaldados e não deixaremos isso acontecer novamente.

Você também pode gostar...