ARTIGOS

Aécio usa manobra para esconder desvio de R$ 7,6 bilhões da saúde

DINHEIRO DE CORRUPÇÃOOutra denúncia envolvendo o candidato do PSDB à presidência da república, Aécio Neves, continua sem explicação. O desvio de R$ 7,6 bilhões da área da saúde de Minas Gerais, quando o tucano governou o estado durante dois mandatos (2003-2010), veio à tona nos últimos debates presidenciais.

No primeiro embate na Band, Dilma questionou o postulante do PSDB sobre os prejuízos que o ex-governador causou à população mineira num segmento tão vital para o funcionamento da sociedade, ao desviar a bilionária quantia. Aécio, por sua vez, negou o fato e disse que poderia ser consultado o site do TCE mineiro (Tribunal de Contas do Estado) para verificar a regularidade das contas.

No entanto, o órgão estava fora do ar e, na manhã seguinte, retornou sem os dados para serem consultados, até a imprensa noticiar a manobra. Vale lembrar que a presidente do TCE-MG é indicada por Aécio. Adriane Andrade é casada com Clésio Andrade, ex-vice governador do primeiro mandato do tucano.

Conclusão: Aécio usa de expedientes ocultos e “jogo baixo” para ludibriar a população, que “paga o pato” pelas mentiras do candidato do PSDB.

Você também pode gostar...