GERAL

Basquete de Santo André se rende a Lais Elena

Ex-técnica da equipe feminina adulta por 32 anos será homenageada nesta sexta-feira (24), no Pedro Dell’Antonia, pela Secretaria de Esporte e Lazer

Santo André, 23 de abril de 2015 – “Ela é uma filha maravilhosa, atenciosa e dedicada. Minha admiração somente cresceu e aprendi a amá-la ainda mais”, confidenciou, emocionada, Célia Regina Ricci, 49 anos, que há 22 trabalha na limpeza geral do Complexo Esportivo Pedro Dell`Antonia, ao revelar o outro lado da esportista Lais Elena Aranha Silva, 72 anos, um dos nomes mais respeitados do basquetebol nacional. Dias atrás, para surpresa de muitos, a então técnica, que dirigiu por 32 anos a equipe feminina adulta de Santo André, anunciou sua saída. Nesta sexta-feira (24) à noite, a partir das 18h30, no ginásio, porém, Célia Regina estará entre os amigos na homenagem que a Secretaria de Esporte e Lazer prestará a ex-comandante.

Com história de luta, superações e conquistas, além de 11 títulos no currículo profissional, Lais, como é mais conhecida, resolveu colocar ponto final na carreira de técnica, exatamente no dia em que Santo André perdeu para a equipe de São José dos Campos, e, consequentemente, não conseguiu uma das vagas para as semifinais da Liga Nacional. Pragmática, a ex-treinadora surpreendeu, inclusive, a ex-jogadora de basquete, amiga e até então auxiliar Arilza Coraça, que será sua substituta na próxima temporada.

“Sabe, a Arilza ainda não administrou bem a ideia”, admitiu Lais, durante entrevista concedida, em parte, na sala de basquete localizada próxima ao ginásio principal do equipamento público municipal. No caminho inverso ao da amiga, agora, a ex-treinadora pretende atuar na supervisão técnica e acompanhar o trabalho das categorias de base. “Acredito que poderei contribuir um pouco nos fundamentos do basquetebol feminino”, afirmou, com a modéstia peculiar das pessoas diferenciadas.

Dona de memória invejável para narrar os detalhes das disputas acirradas e títulos nacionais e internacionais no comando da equipe andreense por quase quatro décadas, Lais orgulha-se dos inúmeros troféus distribuídos em uma estante e dos 18 quadros pendurados, entre uma parede e outra, no estreito corredor à porta de entrada da sala. “Foi um jogo emocionante. O Celso Daniel (ex-prefeito de Santo André por dois mandatos e morto em janeiro de 2002) saltou da arquibancada e veio comemorar com a gente na quadra”, contou Lais, referindo-se à conquista do Sul-Americano Interclubes, em 1999. No clique, o ex-chefe do Executivo, que foi jogador de basquete pela Pirelli, posa ao lado das atletas campeãs e das integrantes da comissão técnica.

PALAVRAS – As novidades dispostas na sala não param, que, sem dúvida, representam parte da história profissional vitoriosa de Lais, principalmente de exemplo de vida. Em uma divisória de parede, algumas palavras penduradas refletem o trabalho em equipe: foco, paixão, força, fé, objetivo e realização de sonhos. “A gente usa isso para falar nas preleções e conversas com o grupo”, disse a ex-técnica, que é carinhosamente tratada pelas atletas como mãezona.Lais Elena 4 2

Dona de fé inesgotável, Lais construiu seu caminho por uma das frases escritas em folha sulfite e jogada sob um móvel: “Para Deus, tudo é possível”. E garante seguir em frente. “Termino um ciclo com a noção exata de dever cumprido. Claro que vou sentir saudade”, afirmou, agora sentada no banco da quadra do ginásio principal, onde diariamente comandou treinos e jogos dos vários times montados ao longo do tempo.

Também revelou jogadoras à Seleção Brasileira, casos de Janeth Arcain e Marta de Souza Sobral, atualmente secretária de Esporte e Lazer de Santo André, na década de 1990. Mais recentemente, a ala Jaqueline Silvestre e a pivô Vanessa Gonçalves, a Sassá.

TRABALHO – “Vou morrer trabalhando”, afirmou LaIs, cercada das tradicionais bolas de basquete e que fazem parte da vida da ex-técnica, nascida em Garça, cidade do interior do Estado. Lá, brincou, correu e ralou os joelhos com as quedas da bicicleta. O saudoso pai, João Aranha, falecido há três anos com 93 anos, também jogou basquete. “Ele foi um jogador bom e me incentivava”, apontou.

A também ex-jogadora, de início de carreira, teve uma quedinha pela natação até chegar à quadra. “Aí, não teve jeito. Tomava café, almoçava e jantava basquete. Até hoje isso ocorre”, disse, aos risos, ressaltando que a mãe, atualmente moradora em Santo André, tem a noção exata da sua paixão pela modalidade. “Quantas vezes deu palpites na parte tática e pegou no meu pé por conta dos jogos”, contou, orgulhosa, a filha de dona Eunice Almeida Aranha, 93 anos.

Homenagem à ex-técnica Lais Elena
Data – nesta sexta-feira (24).
Horário – às 18h30.
Local – Complexo Esportivo Pedro Dell`Antonia (ginásio principal).
Endereço – Rua São Pedro, 27. Vila América. Santo André.

Sobre a Secretaria de Esporte e Lazer

Instituída em janeiro de 2014, a Secretaria de Esporte e Lazer tem o objetivo de potencializar o acesso e a democratização do desporto e lazer para a melhoria da qualidade de vida da população de Santo André.

Dessa forma, a Pasta mantém calendário permanente das atividades de lazer e recreação nos parques, centros comunitários e comunidades da cidade. Também coordena as escolas de esportes nos 11 Cesas (Centros Educacionais de Santo André), que reúnem em torno de quatro mil alunos nas práticas esportivas.

A secretaria apóia ainda 32 modalidades competitivas no esporte de rendimento, além de realizar vários torneios tradicionais, como Jogos Escolares e Jogos da Terceira Idade, ou provas de corrida de rua e passeio ciclístico. Atualmente possui quatro ginásios esportivos, o Complexo Esportivo Pedro Dell´Antonia e o Estádio Municipal Bruno Daniel.

A respeito de Santo André

O município foi fundado oficialmente em 8 de abril de 1553. Com área de 174,38 km², está localizado no Grande ABC (Região Metropolitana de São Paulo), distante 18 km da Capital. A cidade é estratégica para o setor logístico, pois está inserida em um dos principais polos econômicos brasileiros, próxima a algumas das principais rodovias estaduais e federais, as quais dão acesso ao Porto de Santos e aos aeroportos de Cumbica e de Congonhas.

Segundo estimativas do IBGE para 2014, Santo André possui 707.613 habitantes. No ano de 2011, o PIB (Produto Interno Bruto) foi de R$ 17,6 bilhões, sendo o 29º maior do País e o 10º maior entre as cidades do Estado de São Paulo. O orçamento de 2014 é de R$ 3,2 bilhões.

Links:
Visite o site: www.santoandre.sp.gov.br
Facebook: https://www.facebook.com/PrefeituradeSantoAndre
Twitter: https://twitter.com/PrefStoAndre

Mais informações para a imprensa
Elaine Granconato – esgranconato@santoandre.sp.gov.br

Você também pode gostar...