GOVERNO GRANA

Carlos Grana: Aquisição de novos coletes à prova de balas para GCM já está em andamento

*** Processo licitatório teve início em outubro de 2014, após aval do Exército ***

A Secretaria de Segurança Urbana e Comunitária deu início em outubro do ano passado ao processo licitatório para compra de coletes à prova de balas para os integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), após o aval do Exército. Os equipamentos atuais têm validade até o dia 7 de junho. De acordo com as Normas Reguladoras da Avaliação Técnica, Fabricação, Aquisição, Importação e Destruição de Coletes à Prova de Balas, do Ministério da Defesa (art. 17 da portaria 18 – de 19 de dezembro de 2006), “os fabricantes de coletes à prova de balas determinarão o prazo de validade dos mesmos, sendo este improrrogável”

Os coletes são confeccionados com fibras de aramida, material sintético semelhante ao náilon, leve e flexível, mas cinco vezes mais resistente que o aço. Feitos de várias camadas de fibra entrelaçadas, esses coletes acolhem a bala, achatando sua ponta e distribuindo seu impacto por todo o tecido, até paralisá-la por completo. Portanto, por ser um bem que não possui deterioração rápida, como alimentos, sua validade pode ser, sim, contada a partir do momento da aquisição do produto.

No caso da GCM de Santo André, a empresa fornecedora dos coletes balísticos usados atualmente é devidamente registrada junto ao Ministério da Defesa e atesta, em documento oficial, que a garantia de qualidade dos coletes balísticos nível II, Retex 2365/08 é de cinco anos a partir da data da aquisição, feita em 7 de junho de 2010.

Para garantir ainda mais segurança ao trabalho dos guardas municipais na rua, os agentes foram habilitados no Método Giraldi, doutrina do uso progressivo da força, inclusa a arma de fogo, com a finalidade de servir e proteger a sociedade e o próprio policial. Receberam ainda treinamento com pistolas de eletrocondutividade e espargidores de agente químico, aparelhos de menor potencial ofensivo, ideais para as ações diárias de prevenção e controle de distúrbios civis. A corporação recebeu também o reforço de nove bases móveis, bicicletas e motos.

Sobre a Secretaria de Segurança Urbana e Comunitária

A Secretaria de Segurança Urbana e Comunitária tem como objetivo coordenar as políticas públicas municipais de segurança, buscando a prevenção primária da criminalidade e violência urbana, e ainda, reduzir o índice de criminalidade e mediação de conflitos, proteger os bens, serviços e instalações municipais.
A pasta tem como órgãos subordinados o Departamento da Guarda Municipal, que conta com efetivo de 627, sendo 633 guardas e 111 seguranças patrimoniais, além de 85 viaturas; o Departamento de Planejamento e Operações de Segurança, o Departamento de Articulação de Políticas de Segurança, a Assessoria Especial de Articulação de Políticas de Prevenção à Violência Urbana, a Corregedoria da Guarda Municipal, o Gabinete de Gestão Integrada Municipal e a Supervisão da Junta do Serviço Militar.

Fonte:

http://www2.santoandre.sp.gov.br/

Você também pode gostar...