AÇÕES DO PREFEITO

Casa da Palavra e o 1º Sarau sobre saúde da população negra

A Casa da Palavra recebeu uma atividade importante na manhã deste sábado: o 1º Sarau e Debate da Saúde da População Negra. O encontro contou com atividades como aula aberta de zumba, espetáculo teatral, contação de história, performance poética e roda de capoeira. Algumas das atividades foram realizadas na Concha Acústica da Praça do Carmo.

O público presente conferiru também o debate “A Importância da Cultura na Promoção da Qualidade de Vida do Negro e o Desempenho nas Políticas Públicas Sociais”, que contou com a participação de da psicóloga Ivani de Oliveira, o sociólogo Deivison Nkosi e a sociologa Eliad Dias. Entre outros, os debatedores abordaram temas a importância dos programas específicos desenvolvidos pelo Sistema Único de Saúde, a forma como os meios de comunicação tratam a imagem do negro, preconceito e conquitas como a criação da Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial, entre outros. Também foram apresentadas alternativas para que a população negra possa ser integrada às políticsa públicas.

Uma das presentes, Ana Elza, moradora do Jardim Carla elogiou a realização do sarau “Esta atividade tinha de acontecer sempre, para que as pessoas pudessem se integrar e participar”, disse.

Para o dentista Sebastião Fernando Pacini Neves, coordenador do Caminhando para a Saúde, programa de atividade física da Secretaria da Saúde e um dos organizadores, o encontro atingiu os objetivos. “Conseguimos viabilizar com as demais secretarias a realização do evento que é importante pois reune a população para buscar propostas que possibiliem a construção de políticas publicas”, afirmou.

No início da tarde a apresentação da Escola de Samba Leões do Vale, na Concha Acúsitca da Praça do Carmo, encerrou a programação.

Presença negra – No município, 27% do total da população (676.407) pertencem à raça negra, ou seja, aproximadamente 182.629 habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) – no País, 190.755.799 pessoas, que correspondem a 50,7%. Em maio de 2008, a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra foi instituída para reverter as desigualdades étnico-raciais, inclusive com a implementação da rede de cuidado às pessoas com anemia falciforme, doença predominante na raça negra.

O 1º Sarau e Debate da Saúde da População Negra foi organizado pela Secretaria da Saúde em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo; Secretaria de Esporte e Lazer; Secretaria de Orçamento Participativo; Departamento de Humanidades; Assessoria de Juventude e Departamento de Parques e Áreas Verdes.

Você também pode gostar...