AÇÕES DO PREFEITO

CHMSA inicia reforma em Pronto Socorro e terá UTI

As obras de reforma e ampliação do Pronto-Socorro do CHM (Centro Hospitalar Municipal), um dos maiores equipamentos públicos de urgência e emergência do Grande ABC, localizado em Santo André, tiveram início e têm prazo de execução de 18 meses – conclusão prevista em fevereiro de 2017. A novidade, incluída na readequação do projeto arquitetônico, será a instalação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adulto com dez leitos. O atendimento à população não foi interrompido nem houve interdição de serviços no espaço.

A UTI ocupará o lugar da atual enfermaria com 13 leitos de observação e estará localizada entre os setores classificados como de emergência (vermelha e amarela). O projeto prevê ainda a ampliação de consultórios médicos de sete para nove no Pronto-Socorro, além de outras intervenções, como o aumento dos ambulatórios e a modernização das áreas administração e das áreas de apoio, com o acesso otimizado ao necrotério e a organização de fluxos na rouparia, lavandeira e demais áreas técnicas.Reforma do PS do CHM 3

Nesta primeira etapa da obra, iniciada em meados de agosto, os serviços estão direcionados à construção do prédio administrativo, além das novas áreas da rouparia e do necrotério, inclusive com a instalação da nova câmara fria. Também estão sendo realizadas as adequações necessárias, como a troca de pisos e revestimentos, a instalação de forros modulares e da parte elétrica e pintura.

A Fig Incorporadora e Construtora venceu o processo licitatório realizado pela Prefeitura – o custo da obra será de R$ 4.382.530,21, dos quais, R$ 4.011.117,29 repassados pelo governo do Estado (do total de R$ 5.622.000,00) e R$ 371.412,92 do tesouro municipal. O saldo de R$ 1.610.882,71, segundo a Secretaria de Saúde, será investido em equipamentos médicos e mobiliários, com compra avaliada em, no mínimo, R$ 2 milhões.

OUTROS SERVIÇOS – Além da UTI do Pronto-Socorro, o CHM possui a UTI adulto, que funciona no terceiro andar do hospital, com 31 leitos em operação – 30 credenciados pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Após ampliação e reforma, o espaço foi entregue em abril de 2013 – em 2012, eram 17. Mais dez leitos de UTI pediátrica, inclusive com isolamento, no segundo andar.

Originário da antiga Santa Casa de Misericórdia e fundado em 1912, o CHM realiza, por mês, cerca 12 mil atendimentos – em 2014, 142.224. O complexo hospitalar é porta de entrada dos casos de urgência e emergência do município, principalmente das vítimas de acidentes de trânsito – pacientes de motocicletas em sua maioria.

Referência regional em ortopedia, cirurgia geral e bucomaxilofacial, o CHM, localizado em área de 13 mil m², oferece atendimento ambulatorial nas especialidades de neurocirurgia, oftalmologia, odontologia e psiquiatria.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Santo André

Você também pode gostar...