GOVERNOS

De cara nova, Escola da Saúde abrigará Ouvidoria SUS em Santo André

Equipamento público de Santo André de educação permanente foi revitalizado; a partir de janeiro de 2015 será também canal aberto à população

A partir da segunda quinzena de janeiro de 2015, a Escola da Saúde Dr. Eduardo Nakamura, instalada em prédio público na Praça do Carmo, abrigará a ouvidoria do SUS (Sistema Único de Saúde), canal aberto para a população fazer suas reclamações, denúncias, pedidos, sugestões ou elogios na área. A boa notícia foi dada nesta segunda-feira (15) à tarde, pelo secretário da Pasta e médico Homero Nepomuceno Duarte, durante a entrega do projeto de revitalização do espaço físico municipal, localizado na região central de Santo André.

Inaugurado em 26 de junho de 2007, o equipamento público, que funciona como espaço aberto de educação permanente e capacitação aos profissionais da área da saúde, estava com suas dependências físicas comprometidas. O prédio, de quatro andares, passou por reforma e adequação de seus espaços, inclusive com a criação de ambientes para videoconferência, além de biblioteca, sala de reuniões e sala multimídia.

O auditório também foi totalmente remodelado, com troca de piso, instalação de ar-condicionado, pintura, acústica e novas cadeiras. A obra começou em junho e terminou no fim de novembro. Pelo projeto arquitetônico, não houve acréscimo de espaço, mas sim otimização para melhor aproveitamento por parte dos profissionais. O investimento, entre custos de mão de obra e material, foi de R$ 280 mil, segundo o secretário de Saúde.

Nos últimos cinco anos, cerca de 820 capacitações foram realizadas para público em torno de 17 mil profissionais. No mesmo período, oferecidas, em média, 330 bolsas de estudo, além de campos de estágios para 600 alunos por mês, oriundos dos cursos de enfermagem e segurança do trabalho. Na área da educação continuada, a Escola da Saúde está aberta aos servidores públicos e terceirizados da secretaria, inclusive gestores.

A coordenadora da unidade, Maria Adelaide da Rocha Mendes Gonzalez, adianta parte da programação curricular prevista para 2015. Entre os cursos, destaque para o de qualificação da recepção nos equipamentos da rede municipal de saúde, além de um específico da saúde da população negra e seus diferenciais, previsto para ser realizado de fevereiro a abril.

Para o secretário de Saúde, é um privilégio ter uma escola de saúde no município com o olhar voltado para a capacitação dos profissionais da área. “Podemos dizer que é retomada da unidade com outra dinâmica”, afirmou Homero, ao ressaltar que o mesmo espaço físico abrigará, além da educação permanente, os serviços da Ouvidoria SUS (3º andar) e de participação popular com o Conselho Municipal de Saúde (1º andar).

*Com informações da Prefeitura de Santo André

Você também pode gostar...