GOVERNO DILMA GOVERNOS

Dilma acredita ser alvo de “preconceito de gênero”

Em entrevista ao jornal “The Washington Post”, Dilma também saiu em defesa do ajuste fiscal e falou sobre a relação entre Brasil e EUA

A presidenta Dilma Rousseff criticou, em entrevista ao jornal “The Washington Post” publicada na quinta-feira (25), o que chamou de “preconceito sexual ou de gênero” em relação a sua gestão na Presidência da República. Segundo ela, esse preconceito existe nas críticas que dizem que ela é uma gestora “controladora”.

“Eu acredito que tem um pouco de preconceito sexual ou preconceito de gênero. Eu sou descrita como uma mulher dura e forte, que coloca seu nariz em tudo que ela não deveria, e dizem que eu sou cercada por homens “meigos”, disse a presidenta ao jornal norte-americano.

A entrevista de Dilma ao “The Washington Post” aconteceu por causa da visita da presidenta aos Estados Unidos. Ela embarcará para o país norte-americano no sábado (27), onde se reunirá com o presidente Barack Obama.

“Você, alguma vez, já ouviu alguém dizer que um presidente homem coloca seu dedo em tudo? Eu nunca ouvi isso”, avaliou Dilma, ao responder sobre as críticas de que ela seria controladora.

Além disso, Dilma também voltou a defender o ajuste fiscal durante a entrevista e também falou sobre a relação bilateral entre Brasil e Estados Unidos.

Leia a entrevista na íntegra (em inglês).

Fonte: Agência PT de Notícias

Você também pode gostar...