GOVERNO DILMA GOVERNOS NOTÍCIAS

Dilma entrega 3º trecho de obra que leva água ao sertão de AL e beneficiará 1 mi de pessoas

Estamos fazendo uma obra que vai ficar para sempre, diz trabalhador do Canal do Sertão

No município de Inhapi (AL), Silvanildo José da Silva olha com orgulho para a água azulada do Rio São Francisco que corre pelo trecho III do Canal do Sertão, rumo ao interior do Estado. O trecho será inaugurado nesta quinta-feira (5) pela presidenta Dilma Rousseff. Protegido do sol forte da região pelo capacete verde e pelos óculos escuros, ele diz que já está vendo muita coisa boa acontecer por causa do canal.

A obra, localizada a 304 quilômetros de Maceió, é uma das maiores do Nordeste, e vai levar água do Velho Chico para municípios alagoanos, beneficiando cerca de 1 milhão de pessoas, em 42 municípios. Financiado pelo governo federal, o Canal do Sertão tem Orçamento de R$ 2,3 bilhões. Atualmente, já tem 65 quilômetros construídos e disponibiliza água para consumo humano, animal e atividade agrícola nos municípios alagoanos de Delmiro Gouveia, Pariconha e Água Branca.  

“É uma obra que veio a calhar, porque o sertão tem a dificuldade de água. Esse Canal do Sertão, que vem distribuindo água ao longo da redondeza, trouxe desenvolvimento”, diz Silvanildo. “Onde tem irrigação, o pessoal vai ter mais oportunidade de plantar e vai ter água no pé. As cidades vizinhas tiveram um crescimento econômico devido à renda que foi trazida pelo Canal do Sertão. E as pessoas, hoje, têm mais uma fonte de renda. Porque têm como plantar, têm como sobreviver e como vender a sua agricultura, que vai ser plantada ao longo desse canal”.

Silvanildo é encarregado de usina e tem quatro anos de obra. Ele conta que os moradores das redondezas sempre querem saber sobre o andamento dos trabalhos. “Todos os dias eles cobram: ‘Quando é que vai ficar pronto, quanto vai ficar pronto?’ É que eles têm o interesse de ver, realmente, isso aqui pronto. Eles veem que a gente está se empenhando a desenvolver uma obra que vai ficar para sempre na região”. 

O canal também trouxe mais empregos para o interior de Alagoas. Segundo Silvanildo, a maior parte dos operários é das cidades vizinhas à obra. “O que tem de fora é muito pouco. O efetivo maior é do pessoal da região”. Além disso, os candidatos a operários acabaram se habilitando profissionalmente. “Muitas pessoas que vieram trabalhar aqui não conheciam a construção civil. Mas, com o treinamento, aperfeiçoaram as funções e desenvolveram o trabalho assim como foi designado”, relata.

O encarregado de usina diz que, tudo isso somado, faz com que ele tenha muito orgulho de participar da construção do Canal do Sertão.“É gratificante quando você chega no final de uma obra dessa e vê que todo o esforço que foi feito, deu certo. A gente sabe que passou por ali e deixou um pouco do nosso trabalho. E foi gratificante saber que a gente pode contribuir para o desenvolvimento do nosso País”.

Investimentos
Com investimento de R$ 851,1 milhões, o Trecho III – que tem 28,2 quilômetros de extensão – disponibilizará água para os municípios de Água Branca, Olho D’Água do Casado, Inhapi e Senador Rui Palmeira, em Alagoas. Aproximadamente 60,4 mil pessoas serão beneficiadas.

Você também pode gostar...