ARTIGOS

#Dilma promove revolução na Saúde

SaúdeA Saúde é um tema crucial quando se fala em gestão pública.

Como aliar qualidade e bom atendimento, principalmente nas regiões mais carentes e distantes

Nos governos do PT, a Saúde do trabalhador se tornou prioridade.

Superando a pressão da elite, o SUS (Sistema Único de Saúde) foi modernizado, tornando-se referência no atendimento à população.

Nos últimos 12 anos, nas gestões de Lula e Dilma no Palácio do Planalto, o recurso per capita para a Saúde passou de R$ 244,80, em 2003, para R$ 413, em 2013, possibilitando atendimento de qualidade, com mais recursos para remédios e equipamentos.

Com mais de 14 mil profissionais contratados, o Programa “Mais Médicos” é uma revolução na gestão pública da Saúde, atingindo mais de 50 milhões de pessoas, algumas de municípios em que a presença de um médico era um sonho distante.

A criação do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), com mais de 3 mil unidades habilitadas, em 2.926 municípios.

Além disso, as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento 24 horas) prestam atendimento diário há mais de 100 mil pessoas pelo Brasil.

Você também pode gostar...