Em Santo André, Haitianos ganham mais um curso de Português

PT Santo André
Por PT Santo André março 4, 2015 16:23

Em Santo André, Haitianos ganham mais um curso de Português

*** Aulas terão início neste mês e vão atender a 120 residentes na cidade ***

A Prefeitura de Santo André vai oferecer a cerca de 120 haitianos residentes na cidade um curso básico de língua portuguesa, com enfoque também para as áreas de história, geografia e artes. As aulas terão início ainda este mês e foi a demanda mais solicitada durante censo realizado pela Secretaria de Direitos Humanos e Cultura da Paz, no mês de janeiro. No ano passado, 135 haitianos participaram do curso de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira, promovido por meio do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). 

Os primeiros haitianos chegaram a Santo André em 2011, um ano após um terremoto ter devastado o país caribenho. A maioria conseguiu visto para permanecer legalmente no Brasil, além de carteira de trabalho. De uma população estimada hoje entre 600 e 800 residentes, mais de 244 já preencheram um cadastro na Prefeitura. O censo tem por objetivo conhecer o perfil e as necessidades de cada estrangeiro.

“Muitos trabalham o dia todo e não puderam comparecer na data agendada para o cadastramento, outros estavam com medo de fornecer informações e serem deportados”, afirmou a diretora de Humanidades, Maria Ferreira de Souza (a Loló). “Estamos trabalhando em conjunto com uma comissão de haitianos para que eles nos ajudem a finalizar o levantamento e incluir socialmente toda a comunidade”, completou.

Do total já cadastrado, a maioria é do sexo masculino (193), com idade média de 32 anos. 52% tem ensino fundamental, 29% concluíram o ensino médio, 12% tem curso superior e 7% não declararam o grau de escolaridade. Das necessidades manifestadas, 115 precisam de um emprego, 100 querem um curso de Português e 29 precisam de ambos.

“O dia marcado para a realização do censo foi aguardado com muita expectativa, pois era uma chance para conseguirmos aulas de Português e uma vaga de emprego”, afirmou Stinvil Guy Jhonson, que mora na comunidade haitiana há um ano e nove meses. Loló explicou que a Prefeitura está empenhada em melhorar as condições de vida dos imigrantes. “Com parceria, já conseguimos vagas no mercado de trabalho e curso de Português. Temos haitianos trabalhando inclusive em Unidades de Saúde para facilitar a comunicação entre eles e os médicos e equipe de enfermagem”, explicou Loló.

Fonte:

Prefeitura de Santo André

PT Santo André
Por PT Santo André março 4, 2015 16:23

PALAVRA DO DIRETÓRIO MUNICIPAL

FACEBOOK