GOVERNO FEDERAL

Governo federal discute reforma política com juventude

*** Em encontro com representantes da Jornada de Luta, Miguel Rossetto também debateu redução da maioridade penal, corrupção e criminalização da homofobia ***

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, e o secretário Nacional da Juventude, Gabriel Medina, se reuniram, nesta terça-feira (24), com representantes da Jornada de Lutas da Juventude.

De acordo com a Secretaria-Geral, o encontro inaugura uma mesa permanente de diálogo dos movimentos da juventude com o governo federal.

“Vamos aproveitar a Jornada de Lutas para debater questões urgentes como a Reforma Política, redução da maioridade penal, criminalização da homofobia, Plano Nacional de Educação e outras questões específicas, como o Fies, por exemplo”, disse Rossetto.

Para a presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Vic Barros, a Jornada de Lutas ampliará as discussões sobre temas como a reforma política e a luta contra a corrupção.

O secretário de juventude da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Alfredo Júnior, destacou a importância da luta pela democratização da comunicação e pela reforma política.

“O fim do financiamento empresarial de campanha é uma das pautas que unifica o movimento. Precisamos que o governo invista nesta reforma com ampla participação popular”.

Além dos representantes da UNE e da CUT, participaram da reunião a secretária ajunta da Secretaria Nacional de Juventude, Ângela Guimarães;

Estavam presentes a secretária adjunta (Secretaria Nacional de Juventude) e presidenta do Conselho de Juventude, Ângela Guimarães; e os representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) Raul Amorim; da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Bárbara Melo; do Fora do Eixo, Pablo Capilé; da Levante Popular da Juventude, Laryssa Sampaio; da Nação Hip Hop Brasil, Beto Teoria; da Mídia Ninja, Ricardo Targino; da Liga do Funk, Bruno Ramos; da União da Juventude Socialista (UJS); e da Juventude do PT, Jefferson Lima.

Fonte:

Linha Direta

Você também pode gostar...