GOVERNO HADDAD

Governo Haddad: São Paulo é uma das cidades contempladas na Iniciativa Global para a Segurança Viária

Bloomberg Philanthropies anuncia cidades contempladas na Iniciativa Global para a Segurança Viária

Compromisso objetiva reduzir fatalidades no trânsito e acidentes em cidades de baixa e média renda

A Bloomberg Philanthropies anunciou hoje as cidades ganhadoras e os países que participarão da nova fase da Iniciativa Global para Segurança Viária, que objetiva reduzir fatalidades e acidentes resultantes de acidentes nas vias. Com uma soma de US$ 125 milhões comprometidos para os próximos 5 anos, o programa trabalhará nos níveis nacionais, para fortalecer a legislação de segurança viária, e nos governos locais implementando intervenções seguranças nas ruas.
As 20 cidades convidadas participaram da competição que selecionou dez cidades e cinco países como participantes do programa. Os países selecionados para receber apoio técnico na revisão da legislação para estradas  incluía China, Índia, Filipinas, Tailândia e Tanzânia. As dez cidades são:

– Accra (Gana)
– Addis Abeba (Etiópia)
–  Bandung (Indonésia)
– Bangkok (Tailândia)
– Bogotá (Colômbia)
– Fortaleza (Brasil)
– Ho Chi Minh (Vietnam)
– Mumbai (Índia)
São Paulo (Brasil)
– Xangai (China)

As cidades selecionadas receberão:

– Staff sênior dedicada em tempo integral a trabalhar nas agências dos governos municipais nas iniciativas relacionadas à segurança nas vias por até 5 anos
– Assistência técnica ampla das organizações mundiais líderes no treinamento de policiais e outro staff relevante para a cidade
Apoio para a criação de campanhas publicitárias de grande impacto para a mídia de massa

“Podemos evitar milhões de fatalidades e acidentes nas estradas com leis fortes, maior efetivo e melhor infraestrutura. As dez cidades selecionadas para participar no nosso programa de cinco anos demostram um comprometimento com este trabalho e estamos animados em apoiá-las” , disse fundador da Bloomberg Philantropies, Michael R. Bloomberg , prefeito de Nova York por três mandatos consecutivos. “Mortes nas estradas serão cada vez mais comuns nos anos que seguem se não conseguirmos agir sistematicamente para evita-las”.
A proposta era que cidades enviassem de forma detalhada como elas planejavam aboradar a segurança nas vias aplicando soluções ao um número de desafios que incluíam melhora na segurança de pedestres e ciclistas, aumento da relevância do tema em campanhas mediáticas e aumento do efetivo policial para combater abusos de álcool no volante e abusos de velocidade, bem como encorajamento do uso de capacetes, sinto de segurança e cadeirinhas para crianças. Soluções de infraestrutura como calçadas mais amplas e travessias de pedestres melhoradas foram também incluídas na proposta das cidades.
Com a assistência de experts do planeta em segurança viária, as cidades ganhadoras vão estabelecer uma rede de líderes municipais visionários comprometidos para implementar ações ousadas e novas para salvar vidas e proteger seus cidadão.
“Os investimentos em segurança viária feitos pela Bloomberg Philantropies desde 2010, para a Década de Ação da ONU em Segurança Viária da ONU, energizou a comunidade de ONGs de todo o mundo e levou a avanços significativos das legislações de muitos países”, disse o diretor-geral da Fundação FIA e co- Presidente do qudro de Diretores (Chair) do Fundo de Segurança Viária, Saul Billingsley. “Bloomberg Philantropies demonstrou grande visão e liderança no apoio global na prevenção de acidentes nas vias e nós esperamos que outras filantropias ligadas à saúde pública tenham atenção com o tema e sigam o exemplo.”
Ações e promoção de segurança no trânsito trazem resultados concretos:

Todos os anos, mais de 1,2 milhão de pessoas morrem e entre 20 e 50 milhões ficaram seriamente feridas em acidentes no trânsito no mundo. Desde 2007, quando a Bloomberg Philanthropies começou a trabalhar no tema de segurança viária, aproximadamente 2 bilhões de pessoas foram protegidas pelo reforço de leis de segurança viária, 65 milhões de pessoas foram expostas a campanhas de mídia para promover a segurança no trânsito e quase 30 mil agentes foram treinados. Governos locais investiram US$ 225 milhões em melhoras na infraestrutura viária para tornar as estradas mais seguras.
Em 2010, a Bloomberg Philanthropies investiu US$ 125 milhões em 10 países  que representavam metade das mortes em acidentes de trânsito no mundo: Brasil, Camboja, China, Egito, Índia, Quênia, México, Rússia, Turquia e Vietnã , todos com legislação recentes relacionadas ao tema, incluindo normas a favor da redução da velocidade e punições mais severas para quem dirige alcoolizado.
Por exemplo, em uma mudança sem precedentes, a China instituiu sanções mais fortes para o motorista alcoolizado em 2011, e em 2013, foram estabelecidas sanções Vietnã para motociclistas com capacetes que não conseguiram cumprir as normas de segurança. Da mesma forma, no Camboja, um rigoroso projeto de lei de segurança viária foi aprovada em janeiro de 2015 e exige que todos os motociclistas, incluindo motoristas e passageiros, usem capacete. Em Ivanovo, na Rússia, em 2014, 88% dos motoristas usaram o cinto de segurança, em forte contraste com 2011, quando menos de metade usava cinto.
Conheça os parceiros do Programa de Segurança Viária Bloomberg Philanthropies, que apoiam as cidades e países vencedores:

EMBARQ

EMBARQ é um  programa do Instituto de Recursos Mundiais (WRI), sediado em Washington DC, nos Estados Unidos. Os projetos e as ações do EMBARQ Eles trabalham em transporte urbano sustentável, design urbano, pedestrianization, transporte de massa, e planejamento de sustentabilidade.
Global New Car Assessment Program

O Programa de Avaliação de Novos Veículos Globais (Global NCAP) é uma instituição de sem fins lucrativos com sede em Londres, na Inglaterra, que trabalha na promoção e realização de pesquisas independentes e em programas de testes de colisão em mercados emergentes, nos quais há forte influência da cultura do automóvel.
Global Road Safety Partnership

A Parceria Global de Segurança Viária (GRSP) é uma parte da Federação Internacional da Cruz Vermelha e tem sede em Genebra, Suíça. Tem larga experiência na formação de agentes rodoviários, com foco nos impactos negativos do consumo de álcool por motoristas, do excesso de velocidade e do descumprimento do uso de cinto de segurança e capacete.
Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health

A Escola Johns Hopkins Bloomberg  de Saúde Pública é uma instituição acadêmica com sede em Baltimore, nos Estados Unidos, que realiza pesquisas sobre fatores de risco de no trânsito, bem como sobre como melhorara serviços de trauma pós-acidente globalmente.
National Association of City Transportation Officials

A Associação Nacional de Funcionário de Transporte da Municipal (NACTO) é uma associação sem fins lucrativos com sede em Nova York, Estados Unidos, que promove a troca de experiência e de boas práticas de grandes cidades na área de transporte, com foco no planejamento urbano, na valorização do pedestre e em projetos de estradas.
The Union North America

A União da América do Norte é uma organização internacional de saúde pública, especializada em trabalhar com os governos para planejar, implementar e avaliar iniciativas de saúde pública. Será a principal ligação com o escritório/autoridade central da cidade na coordenação da iniciativa e também prestará assistência técnica em torno de mídia de massa para as cidades participantes.
The World Bank-led Global Road Safety Facility

O Fundo Mundial para a Segurança Viária (GFRS) é um programa de parceria global do Banco Mundial com sede em Washington DC, que tem como objetivo abordar a crescente crise de mortes no trânsito e lesões em países de baixa e média renda. GFRS ajuda os países a avaliar as estradas de alto risco, fornece assistência técnica, financiamento e serviços de consultoria, e faz recomendações de políticas para a integração multi-sectorial de segurança em projetos rodoviários.
Organização Mundial de Saúde

A Organização Mundial da Saúde (OMS) é a direção e coordenação da autoridade de saúde dentro do sistema das Nações Unidas. Com sede em Genebra, na Suíça, lidera questões de saúde, estabelecendo normas e padrões, articulando políticas públicas baseadas em evidências, fornecendo apoio técnico aos países e avaliação das tendências de saúde. Como parte desse programa, a OMS apoia os países a implementar e melhorar o cumprimento da legislação de segurança viária e para formar jornalistas sobre tema, além de publicar um Relatório Mundial sobre Segurança Viária.
About Bloomberg Philanthropies

A missão da Bloomberg Philanthropies é assegurar a qualidade de vida para o maior número de pessoas. A organização se concentra em cinco áreas-chave para criar uma mudança duradoura: Saúde Pública, Meio Ambiente, Educação, Governo e Artes.  A Bloomberg Philanthropies engloba todas as atividades de filantropia de Michael R. Bloomberg, incluindo a sua fundação e sua doação pessoal. Em 2014, distribuiu US$ 462 milhões

Fonte:

http://www.capital.sp.gov.br/

Você também pode gostar...