ARTIGOS

Investimentos do PAC mudam a cara do Brasil

PACUma verdadeira revolução no que tange às políticas públicas.

Este é o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que de 2007 até abril deste ano, executou cerca de R$ 1,5 trilhão em obras, recursos semelhantes ao PIB de um país como a Espanha.

Em seus primeiros quatro anos, durante o Governo Lula, os investimentos executados pelo Programa foram de R$ 619 bilhões.

E antes mesmo de completar três anos da sua segunda etapa (PAC 2), a execução ficou em R$ 871,4 bilhões, o equivalente a 84,6% do total previsto para o período 2011-2014.

Além de investimentos diretos do Orçamento Geral da União (OGU), entre outros, o PAC conta com recursos de empresas estatais e da iniciativa privada. Dos 871,4 bilhões executados pelo PAC 2, R$ 231,4 bilhões vieram das empresas estatais e R$ 168,5 bilhões, do setor privado.

Com a sequência do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), os investimentos no país continuarão sempre focados no bem estar social e na qualidade de vida das pessoas.

Você também pode gostar...