GERAL

Mercado de Flores espera vender entre 15% e 20% a mais no Dia dos Namorados

Para alcançar estas expectativas, Craisa decidiu abrir o Mercado de Flores uma hora mais cedo: 16h; estimativa de vendas é de algo entre 16 e 18 toneladas de flores

O Dia dos Namorados deve deixar o Mercado de Flores da Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), bastante movimentado nesta sexta-feira (12). Em função da data comemorativa – considerada a segunda principal no ano, ficando atrás apenas do Dia das Mães – alguns dos permissionários esperam um incremento nas vendas de algo entre 15% e 20%. Para alcançar as expectativas, a Companhia volta a abrir o espaço uma hora mais cedo, às 16h. Já o encerramento das atividades está mantido para às 22h. De acordo com a Craisa, a previsão é de que algo entre 1,8 e 2 mil pessoas visitem o local neste dia.

“Enquanto para os comerciantes, esta uma hora a mais vai contribuir para o escoamento daquilo que eles trouxerem para o Mercado, para os visitantes, o tempo maior de exposição possibilitará uma escolha com mais calma e melhor critério. Ou seja, todos saem ganhando”, opina o técnico agrícola, Vilson Prates quanto a importância em se abrir o espaço mais cedo.

EXPECTATIVAS – No ano passado, a data foi responsável pela comercialização de 15 toneladas de flores, enquanto que para este ano, a expectativa, é de que a ocasião resulte na venda de algo entre 16 e 18 toneladas.

“Nesta época, sempre vendemos um pouco mais que o normal em função da data e para este ano não vai ser diferente. Minha previsão é de venda de cerca de 15% a mais que em 2014”, prevê Valdir Aparecido Souza, permissionário do módulo 33. Seu vizinho de espaço, Eduardo Tadeu de Almeida, também tem boas expectativas para o Dia dos Namorados. “Apesar de o tempo neste ano não ter contribuído muito para o cultivo, devo vender tudo o que trouxer para o Mercado. Minha estimativa é de vendas 20% maiores”, espera.

Algumas das espécies que podem ser encontradas no local são: o copo de leite, R$ 10, alstroemeria, boca de leão e a dúzia de gérbera, que saem por R$ 12, o crisântemo que pode ser encontrado a R$ 15, o lírio que sai por R$ 20, o maço, além das rosas que podem ser adquiridas a partir de R$ 35, com 30 unidades.

Outros itens que também estão à disposição dos visitantes são acessórios para o cultivo de flores e plantas, forração, bonsais e paisagismo, arranjos artificiais, árvores de pedra e enfeites para jardim. Vale destacar que os valores não são fixos, mas uma média, uma vez que em ocasiões como esta os preços tendem a sofrer variações.

MERCADO DE FLORES – Instalado em uma área com cerca de 900 m², o Mercado de Flores é o maior do segmento na região do Grande ABC. Inaugurado em 2008, o espaço dispõe de 42 módulos ocupados por 29 comerciantes, sendo que em 19 deles são produtores – oriundos de diversas regiões do Estado, dentre eles Bragança Paulista, Jacareí e Atibaia –, enquanto que os demais atuam na comercialização de acessórios para flores.

Entre as vantagens oferecidas aos visitantes estão as cerca de 850 vagas disponíveis, além da facilidade para cotação de preço do que é oferecido no local por meio do site www.ceasagrandeabc.com.br. O espaço funciona as quartas-feiras, das 5h às 10h, e, as sextas-feiras, das 17h às 22h, e está localizado na Avenida dos Estados, 2.195, no bairro Santa Terezinha, em Santo André. O telefone para mais informações é 4996-9500, no ramal 2076.

Foto: Anderson Pedro/PSA

Fonte: Prefeitura de Santo André

Você também pode gostar...