AGENDA/SOCIEDADE/MOVIMENTOS GERAL O PARTIDO PLANTÃO PTSA

Nota de apoio à política de saúde executada pela Prefeitura de São Bernardo do Campo

O Sistema Único de Saúde (SUS) tem tido avanços significativos nos últimos anos, em grande medida em função das políticas e ações implementadas pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e os governos Lula e Dilma. Onde o PT governa, e graças a parcerias com o Governo Federal, há investimentos consistentes não apenas na reforma e construção de unidades de saúde, mas em equipamentos e em profissionais do setor. Essa melhora geral na saúde pública, mesmo que ainda longe do ideal, é comprovada por alguns números. Assim, por exemplo, a procura pelos serviços públicos de saúde tem crescido continuamente. Em 2003, segundo o IBGE, 57,2% dos brasileiros eram atendimentos no SUS. Em 2014, pesquisa Datafolha mostrou que 92% da população brasileira procurou atendimento público de Saúde e 89% da população conseguiu ser atendida. Para acolher com qualidade esse crescente público demandante, uma das ações do Governo Federal foi o Programa Mais Médicos. Criado em 2013, uma de suas metas é levar médicos onde eles são mais necessários, ou seja, nas periferias das grandes cidades e nas regiões rurais, afastadas dos grandes centros urbanos. Esse investimento e valorização do SUS, único sistema universal entre os países de dimensão continental, como o Brasil, é diretriz do PT, que entende, como consta na Constituição de 1988, que a Saúde é um “Direito de Cidadania e um dever do Estado”. Em função de tudo isso, nós, da Setorial de Saúde do Partido dos Trabalhadores de São Bernardo do Campo, manifestamos aqui nosso profundo pesar pelo evento adverso e lamentável ocorrido recentemente em cirurgias de catarata em nossa rede pública de Saúde. Também externamos nosso total apoio à secretária de Saúde da cidade, Odete Gialdi, que, reconhecendo a gravidade da situação, não se pautou apenas em emitir notas à imprensa, mas garantiu aos pacientes e às famílias toda a assistência necessária, além de acionar os principais hospitais de referência oftalmológica para proporcionar atendimento especializado e dar apoio logístico, social e psicológico. Transparência e cuidado com as pessoas afetadas pelo incidente é que se esperava da gestora, e é dessa forma que ela vem atuando. Trata-se de uma fatalidade, que nos enche de pesar. Mas não podemos deixar que a política pública de saúde implementada nos últimos sete anos seja desconsiderada ou esquecida em função disso. Enquanto Setorial de Saúde temos a responsabilidade de reconhecer todos os avanços destas ações que reestruturaram nossa rede municipal do ponto de vista físico e humano e fizeram dos nossos serviços referência em boas práticas em todo território nacional. Esperamos que a sindicância instaurada pela Secretaria de Saúde possa elucidar as causas desse triste episódio. Esse é o caminho para que o nossa rede pública de Saúde continue sendo referência em cuidado humanizado e de qualidade.

Setorial de Saúde do PT de São Bernardo do Campo

Você também pode gostar...