GOVERNO FEDERAL

Revista mostra experiências agroecológicas em assentamentos brasileiros

*** Incra – SP ***

O Instituto Nacional de colonização e Reforma Agrária (Incra) lança neste mês de janeiro a revista Terra da Gente. A publicação institucional da autarquia responsável pela Reforma Agrária no país abordou como tema a produção agroecológica em assentamentos de todo o Brasil.

Clique aqui e veja a revista na íntegra 

A revista aborda experiências em assentamentos de 14 estados de todas as regiões brasileiras. Levantamento recente do Incra aponta que cerca de 20 mil famílias assentadas da reforma agrária, ocupantes de aproximadamente 700 mil hectares, promovem algum modelo de atividade agroecológica. Mais do que números, a pesquisa mostra a gradual transição de um modelo de produção tradicional, baseado na utilização de agrotóxico, para um modelo sustentável, ambientalmente responsável e gerador de renda para essas famílias.

São histórias como a do assentado paulista Jessé  Jacob Gonçalves, do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Professor Luis Antonio David de Macedo. Desde novo habituado com a lavoura de tomate e o uso abusivo de agrotóxicos, o assentado,  desde 2006 na região do Vale do Ribeira, entre Apiaí e Capão Bonito, no Vale do Ribeira, adotou a produção agroecológica e a proposta do assentamento em conciliar produção alimentar e área de preservação. No assentamento 87% dos 7.626 hectares são áreas de preservação permanente.

“Plantei tomate convencional a minha vida toda.  Resolvi  mudar  porque  estava estragando minha saúde.  Aqui no assentamento  aposto na diversidade de cultivos, inclusive de tomates orgânicos durante o verão” , explicou Jessé que reitera que as 80 famílias que lá vivem estão solicitando a certificação orgânica.

Residência Agrária

A publicação apresenta também o programa Residência Agrária, realizado pelo Incra por meio de seu Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). O Residêcia Agrária realiza 35 cursos em 30 instituições federais de ensino superior, nas quais 1852 assentados estudam com foco na agroecologia e na educação do campo, atingindo a 358 assentamentos em 334 municípios.

O  protagonismo  dos  assentamentos  na  consolidação da  agricultura  ecológica está  sintonizado  com o Plano  Brasil Agroecológico, lançado pelo  Governo  Federal em outubro de  2013.  O objetivo é articular políticas e ações de incentivo ao cultivo de alimentos orgânicos e de base agroecológica no País aliadas à conservação dos recursos naturais.

Nos assentamentos, a produção de alimentos agroecológicos tem por base a articulação entre famílias assentadas e o Incra. Por meio de assistência técnica de qualidade, implantação de cursos voltados às práticas agroecológicas e incentivo aos processos simplificados de comercialização, os agricultores da reforma agrária contribuem para o aumento da produção de alimentos livres de agrotóxicos.

Terra Sol

Um dos programas do Incra que incentivam a promoção da transição dos sistemas convencionais para os agroecológicos é o Terra Sol. Desde sua criação, o programa beneficiou mais de 180 mil famílias assentadas em todas as regiões do País. Nos últimos cinco anos, foram aplicados mais de R$ 15 milhões em projetos nos assentamentos, a maior parte de beneficiamento e comercialização de produtos orgânicos e de base agroecológica.

Outra iniciativa acontece na região Nordeste, onde uma parceria entre Incra,  Fundação Banco do Brasil e Associação de Orientação às Cooperativas do Nordeste implantou 200 unidades de produção agroecológica em assen tamentos nos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas e Pernambuco. O Programa de  Produção Agroecológica Integrada  e  Sustentável (Pais) é  uma tecnologia social que  possibilitou  a produção  de alimentos  saudáveis  tanto  para consumo  das  famílias  quanto  para  comercialização  nas comunidades onde os assentamentos estão localizados.

O resultado deste esforço conjunto entre Incra, organizações governamentais e não governamentais e trabalhadores assentados pode ser visto nesta publicação. Iniciativas em assentamentos de Norte a Sul mostram, na prática, uma nova forma de produzir alimentos, com respeito à natureza e ampliação do nível de renda das famílias.

Veja abaixo o conteúdo da Terra da Gente

Bahia 

O fino do chocolate

Boa terra de futuro

Espirito Santo

O sonho por alimentos mais saudáveis

Políticas públicas

Goiás

Agricultura saudável

Maranhão

Práticas diversificadas garantem segurança alimentar das famílias

Minas Gerais

Alimentos com grife

Paraíba

Renovação pela agroecologia

Incra/PB incentiva promoção de Feiras da Reforma Agrária

Paraná

Um grande lote

Residência Agrária

Convergência de ações Agroecologia na sala de aula

Rio de Janeiro

Minifloresta Maravilhosa

Rio Grande do Sul

Aprendendo com a natureza

Rondônia

Cada um com sua receita

Roraima

Produção aliada  à sustentabilidade

Santa Catarina

Aliança pela saúde

Resistir é orgânico

São Paulo

Agroecologia a 100%

Sergipe

Bendito fruto

Fonte:

http://www.incra.gov.br

Você também pode gostar...