AÇÕES DO PREFEITO

Santo André recebe Prêmio Brasil Sorridente 2015

Na categoria acima de 300 mil habitantes, Santo André ficou em segundo lugar na etapa estadual do Prêmio Brasil Sorridente 2015, promovido pelos Conselhos Regionais e Federal de Odontologia e inspirado no programa do Ministério da Saúde. São Bernardo, como representante do Grande ABC, venceu e disputará, a partir de agora, a fase nacional com os demais municípios primeiros colocados em seus estados.

No caso de Santo André, foi a primeira vez que o município se inscreveu no prêmio, instituído em 2005 no País, que visa incentivar as ações bem-sucedidas de práticas odontológicas voltadas à população. Entre os critérios avaliados estavam contrapartida municipal no financiamento em saúde; a proporção de cobertura de equipes de saúde bucal na rede de atenção básica e o desenvolvimento de atividades preventivas na área, inclusive educação permanente.

Além de São Bernardo, a Prefeitura de Pederneiras venceu na categoria que abrange municípios de até 50 mil habitantes, e Ferraz de Vasconcelos conquistou o primeiro lugar na faixa que compreende de 50 a 300 mil. No total, foram 53 cidades inscritas no estado de São Paulo. Fora o reconhecimento público, as Administrações vencedoras são premiadas com um consultório odontológico completo.

Atualmente, Santo André tem cobertura populacional de 17,83% na área odontológica, conforme dado do DataSUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde) de 2012. “Ainda é considerada baixa, mas temos aumentado de forma gradativa a oferta de serviços na rede de atenção primária”, avaliou a cirurgiã-dentista e coordenadora de Saúde Bucal, Leila Cheachiri. Até dezembro, haverá a ampliação de mais duas equipes de Saúde Bucal na USF (Unidade de Saúde da Família) do Bairro Recreio da Borda do Campo, que também passa por reforma física do imóvel.

A entrada para o tratamento gratuito é por uma das 26 unidades de saúde, do total de 33 na rede básica, que oferecem o serviço odontológico – com exceção das pessoas com deficiências, que, neste caso, podem agendar a consulta diretamente no local. Por mês, em média, são realizados em torno de 42 mil atendimentos, principalmente com os usuários inscritos nas equipes de ESF (Estratégia Saúde da Família).

ESPECIALIDADES – Fora o atendimento na rede primária de Saúde, o município possui dois CEOs (Centros de Especialidades Odontológicas) – um na região Central; outro no Bairro Santa Terezinha, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Juntos, oferecem em torno de 2,5 mil atendimentos mensais.

Entre as especialidades odontológicas oferecidas nos dois equipamentos estão endodontia (tratamento de canal), periodontia (trata as doenças da gengiva), cirurgia oral menor, semiologia (lesões de boca e diagnóstico de câncer bucal) e prótese (total e parcial removível), além de atendimento especial aos pacientes com deficiências físicas e motoras – consultórios exclusivos, com cadeiras apropriadas, para acolher esse público.

O município ainda é referência para os serviços de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial no CHM (Centro Hospitalar Municipal), em parceria com a APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas) – regional Santo André. Neste caso, são atendidos os casos de trauma na face, processos infecciosos e lesões do complexo maxilo mandibular, distúrbios articulares e procedimentos reabilitadores, além de pacientes com deformidades faciais. Em média, são realizados, mensalmente, 1,5 mil atendimentos e em torno de 18 cirurgias.
Foto – Atendimento gratuito realizado em um dos Centros de Especialidades Odontológicas: porta de entrada é a rede de atenção básica. Crédito: Diego Barros/PSA

Fonte: Prefeitura Municipal de Santo André

Você também pode gostar...