Uma semana após negar, Paulo Serra aumenta a tarifa de ônibus

PT Santo André
Por PT Santo André março 30, 2018 13:11

Uma semana após negar, Paulo Serra aumenta a tarifa de ônibus

Em entrevista na Radio ABC, na terça-feira (20/03/18), o prefeito Paulo Serra (PSDB), afirmou que não estava previsto o aumento da tarifa de ônibus  em Santo André.

Uma semana após essa afirmação, o próprio prefeito anunciou o contrário. A tarifa de ônibus seria “reajustada” segundo ele. O uso do eufemismo é necessário para amenizar o fato de que ele estava voltando atrás em sua palavra. O que não é a primeira vez.

 

Do Diário do Transporte

A Páscoa dos moradores de Santo André terá uma surpresa pouco agradável.

A tarifa dos ônibus municipais vai subir no sábado, dia 31 de março de 2018, dos atuais R$ 4,20 para R$ 4,40.

Já o Vale-Transporte pago pelos empregadores aos funcionários, irá para R$ 5,50.

O aumento vai ser surpresa mesmo, porque além de ser aplicado numa emenda de feriado, contraria as declarações do prefeito de Santo André, Paulo Serra, que em diversas ocasiões neste ano disse que não haveria reajuste.

Os novos valores foram publicados nos Atos Oficiais do Prefeito, no Diário Oficial da Cidade de Santo André, em versão impressa estampada no jornal Diário do Grande ABC que é do maior empresário de ônibus municipais de Santo André, Ronan Maria Pinto.

Santo André e São Caetano do Sul são as únicas das sete cidades do ABC que não têm versão on line do Diário Oficial, publicando antes no Diário do Grande ABC os atos oficiais e depois de um ou mais dias uma cópia em PDF no site das respectivas prefeituras.

O aumento deve causar descontentamento dos passageiros porque, além de o valor ser maior, a qualidade dos ônibus em Santo André tem deixado a desejar.

Reportagem publicada pelo Diário do Transporte em fevereiro com base na Lei de Acesso à Informação mostra que nunca a frota de ônibus da cidade esteve tão velha. A média geral é acima dos cinco anos estipulados preços contratos com as empresas de ônibus, estando em 5,92 anos.

A situação pior é da frota do Consórcio União Santo André, que, segundo os dados da prefeitura obtidos por meio da Lei de Aceso à Informação é de 6,22 anos. Apenas a empresa Suzantur, da região da Vila Luzita, que opera provisoriamente, tem frota dentro do previsto no contrato

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/02/19/uniao-santo-andre-nunca-teve-frota-de-onibus-tao-velha-e-sistema-perde-5-milhoes-de-passageiros/

Em São Bernardo, no feriado do Carnaval, em 13 de fevereiro, a tarifa subiu de R$ 4,20 para R$ 4,40.

Na cidade vizinha a Santo André, a frota também tem idade média em torno de 6 anos, mas a concessionária SBCTrans tem colocado ônibus zero quilômetro. Em torno de 100, desde o ano passado, o que não ocorre em Santo André.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/02/09/tarifa-de-onibus-em-sao-bernardo-campo-sobe-para-r-440-em-13-de-fevereiro-de-2018/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

PT Santo André
Por PT Santo André março 30, 2018 13:11

PALAVRA DO DIRETÓRIO MUNICIPAL

FACEBOOK