GOVERNO GRANA

Vacinação contra o HPV chega às escolas de Santo André

*** Com baixa procura nas unidades de saúde, Prefeitura estende imunização para 255 instituições de ensino até o dia 17 de abril ***

A vacinação contra o vírus do HPV chega às escolas públicas e particulares de Santo André. A procura nas 33 unidades da rede de atenção básica está abaixo do esperado pela Secretaria de Saúde, o que implicou na extensão do serviço público gratuito a 255 instituições de ensino. A campanha nacional, que iniciou em 10 de março e se estenderá até o dia 17 de abril, é destinada a meninas de 9 a 11 anos, que representam 13.578 no município. A imunização protege contra o câncer de colo de útero, segunda principal causa de morte entre mulheres no País.

Até o último dia 23, a cobertura na GVE (Gerência de Vigilância Epidemiológica), órgão do governo do Estado, é de apenas 6,42% da cobertura nos sete municípios do Grande ABC, que correspondem a 3.649 doses e 56.805 meninas. Ao contrário do ano passado, a primeira fase da campanha tem registrado baixa adesão – a faixa etária em 2014 foi de 11 a 13 anos. Por isso, a mudança de rota por parte dos profissionais da saúde de Santo André.

Desde a última segunda-feira (23), os profissionais da Saúde estão indo as escolas privadas (112) e públicas, entre municipais (51), estaduais (87) e Sesi (cinco), para imunização das estudantes na faixa etária de 9 a 11 anos – existe um cronograma. O pai e/ou responsável que não quiser que seu filho seja imunizado deverá preencher e assinar um Termo de Recusa.

Além das escolas, os pais podem levar suas filhas em uma unidade de saúde mais próxima da residência, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A dose intramuscular se dá em três etapas. Após a primeira, recomenda-se seis meses para aplicação da segunda (setembro); e cinco anos depois para a terceira fase. A partir de 2016, todas as meninas de nove anos serão imunizadas na rotina do calendário vacinal.

No ano passado, Santo André imunizou 14.287 adolescentes na primeira fase, o que representou 105,09% do inicialmente estabelecido (13.595). O HPV (papilomavírus humano) visa prevenir as verrugas genitais.

SOROPOSITIVO – Neste ano, a campanha se estendeu para 33 mil meninas e mulheres no Brasil, entre 9 e 26 anos, com HIV/AIDS. Em Santo André, as soropositivas devem se dirigir ao Armi (Ambulatório de Referência para Moléstias Infecciosas), localizado na Rua das Silveiras, 73, na Vila Guiomar. Ali, a dose será aplicada na sala da vacina, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Neste grupo, o esquema vacinal adotado pelo Ministério da Saúde será mais curto: a primeira dose em março; a segunda aplicada após dois meses (maio) e a terceira, seis meses depois da primeira (setembro).

Fonte:

Prefeitura de Santo André

Você também pode gostar...