ARTIGOS

Vitória de Aécio seria um atentado aos trabalhadores

DESEMPREGO NO BRASILProvável equipe econômica do tucano coloca em risco direitos trabalhistas e ascensão social do país

A não reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT) significaria um retrocesso para o país. Isso, de forma alguma, tem a ver com aspectos da liberdade de expressão e democracia. Tem a ver com ao recuo da ascensão social e as incertezas sobre a estabilidade econômica do povo brasileiro.

O presidenciável Aécio Neves (PSDB) e o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, cotado para ser seu ministro da Fazenda, já deixaram claro que adotarão medidas impopulares como a desvalorização do salário mínimo, já que ambos consideram que os trabalhadores e trabalhadoras estariam recebendo ‘muito’, ao longo dos últimos 12 anos governados pelo PT.

“Quem presenciou as três últimas décadas no país sabe que, assim que o primeiro governo Lula assumiu a presidência da república, em 2003, nunca os trabalhadores passaram a ser tão valorizados, quanto aos seus direitos e salários. Nunca antes os comerciantes e empreendedores foram incentivados a abrirem os seus próprios negócios, aumentando a geração de renda das famílias”, sintetiza o deputado estadual eleito e presidente do PT andreense, Luiz Turco.

O dirigente acrescenta ainda que a presidenta Dilma é a única que apresenta propostas para garantir a estabilidade econômica do país. “Em seu governo foi atingido o menor índice de desemprego já registrado no Brasil, nos últimos 12 anos o salário mínimo subiu 73% acima da inflação e os direitos trabalhistas foram mantidos”, registra Turco.

Você também pode gostar...